sexta-feira, 18 de maio de 2018

5ºC visita Unidade de Multideficiência

Hoje, sexta-feira, dia 18 de maio, a turma 5ºC veio visitar a Unidade, com a sua Diretora de Turma, a professora Isabel Emília. E foram recebidos pelo Filipe, a professora Cátia e a D. Ana. Os meninos ficaram a conhecer o espaço da Unidade, o tipo de trabalho realizado pelos meninos da Unidade e viram os trabalhos feitos por estes meninos. No final, receberam um marcador como recordação e deixaram o seu testemunho num livro criado para o efeito.
O convite veio também devido ao facto de um menino desta turma, o Xavier, fazer parte da Unidade de Multideficiência, apesar de não se encontrar a frequentar a mesma, pelo facto de necessitar de cuidados permanentes em casa.
A turma comportou-se muito bem e foram recebidos com muito gosto na Unidade. Como tal, foram convidados a virem mais vezes... !

Piquenique

No dia 17 de maio, quinta-feira, na parte da manhã, alguns meninos da Educação Especial, acompanhados pelas professoras Isabel, Anita, Cátia e pela D. Ana, deram um passeio e fizeram um piquenique num parque que se encontra perto da escola. Estava um dia de muito calor e aproveitaram para passear, contemplar a natureza e apreciar um bom lanche. No fim, ainda houve tempo para desfrutar um pouco do baloiço e do escorrega.
Foi um momento bem passado e que ficará guardado na memória dos nossos meninos...

terça-feira, 15 de maio de 2018

A Maior Flor do Mundo

No dia 10 de maio, na Unidade de Multideficiência, decorreu a "Hora do Conto", como já é habitual à quinta-feira. A obra escolhida foi: "A Maior Flor do Mundo" de José Saramago.



A partir desta obra e da análise e interpretação da mesma, os alunos de Currículo Específico Individual, foram convidados pela professora Isabel, a fazerem uma flor, em casa, com materiais reciclados. Apresentamos, deste modo, os dois trabalhos que resultaram desta atividade.



Dia da Família


O Dia Internacional da Família é celebrado anualmente a 15 de maio.

A data foi escolhida pela Assembleia Geral da ONU, que proclamou o dia 15 de maio como o Dia Internacional da Família.

A celebração do Dia Internacional da Família visa, entre outros objetivos, destacar:

- a importância da família na estrutura do núcleo familiar e o seu relevo na base da educação infantil;
- a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento de todos os elementos que compõem a família;
- a importância da família como núcleo vital da sociedade e para seus direitos e responsabilidades;
- o conhecimento relacionado com as questões sociais, económicas e demográficas que afetam a família.

O primeiro Dia Internacional da Família foi celebrado em 1994. O tema do Dia Internacional da Família 2016 foi: "Famílias, vidas saudáveis e futuro sustentável".


sexta-feira, 4 de maio de 2018

Visita à Feira das Plantas

O grupo de Educação Especial visitou a Feira das Plantas e ficámos maravilhados com a variedade de plantas, a beleza delas e o cheiro que emanavam... . Viva a primavera!


Gostámos de ver o professor Rui Bulha e alguns meninos a venderem as flores. E o grupo de Educação Especial fez uma compra para a Unidade de Multideficiência...agora é cuidar dela com todo o amor e carinho...!

Dia da Mãe

Este domingo, dia 6 de maio, comemora-se o dia da Mãe.

MÃE

Mãe é amor
Mãe é ternura
Mãe é dor
Mãe é candura.

Mãe é fortaleza
Mãe é perdão
Mãe é firmeza
Mãe é emoção.

Mãe é coração
Mãe é pura luz
Mãe é compreensão
Mãe é anjo que conduz.

Mãe que nos criou
Mãe que nos ensinou
Mãe que nos guiou
Mãe que nos amparou.

Mãe és o acalento da humanidade
Embora adulto o filho quer um colinho
Mãe para ti ele nunca tem idade
Sempre será o teu eterno FILHINHO.

Carol Carolina

E o grupo de Educação Especial, não podia deixar passar esta data em branco...

Os meninos da Unidade de Multideficiência prestam homenagem às mães, com a oferta de uma carteira muito especial...


Visita à Unidade de Multideficiência

No dia 20 de abril, a turma 6º A (turma do Filipe, um menino da Unidade) veio visitar com o seu Diretor de Turma, o professor Rui, a Unidade de Multideficiência.

Foi um momento muito especial e importante para todos os meninos, especialmente para o Filipe, que raramente recebe visitas na Unidade.
Todos ficaram a conhecer a Unidade e o seu modo de funcionamento e, no final, receberam um marcador de livros feito pelos meninos da Unidade, com a ajuda da professora Cátia e da dona Ana. E os visitantes puderam deixar o seu testemunho, num livro criado para o efeito.

Esta foi, portanto, uma experiência muito positiva, pelo que se convida mais meninos e turmas, a virem visitar a nossa Unidade! Um grande bem-haja ao professor Rui por ter proporcionado esta experiência à sua turma!



A aluna da turma, Andreia Lopes, no apoio com a professora Cátia Rodrigues, escreveu um texto sobre esta visita, onde relata de forma emocionada, o que sentiu!


A visita à Unidade de Multideficiência

Na sexta-feira dia 20 de abril, na aula de matemática, o senhor professor Rui levou-nos a fazer uma visita à unidade.
Por volta das nove e um quarto, lá fomos nós visitar o nosso colega Filipe.
Quando lá chegámos fomos recebidos da melhor maneira, pela senhora professora Cátia e pela auxiliar dona Ana.
A professora começou por apresentar os alunos da unidade: o Filipe, a Miriam, a Giovana e o Xavier. A professora explicou que cada um daqueles meninos é especial à sua maneira.
Quando a professora mostrou os trabalhos deles, eu fiquei contente, porque eles ao fazerem uma coisa mínima, que nós provavelmente demoramos cinco minutos a fazer, eles demoram uma ou duas horas, mas já é um esforço enorme que estão a fazer.
Em seguida, mostraram-nos os brinquedos e eu reparei que na unidade não tinham muitos, mas os meninos dão valor aos que têm e ficam contentes. Quando a professora estava a apresentar os brinquedos, o professor Rui teve a ideia de, cada um de nós, poder contribuir para a Unidade com um brinquedo ou um livro que tivesse em casa e que já não fizesse falta.
A professora Cátia referiu também que o Filipe gosta muito de passear na rua e ver os carros e é por isso que o vemos, de vez em quando, no recreio. Mas só quando está bom tempo!
O que não gostei muito de ouvir foi que deveria haver melhores condições para estas crianças, porque quando está a chover torna-se complicado, tanto para as professoras como para a dona Ana, levar o Filipe até à cantina, pois têm de subir as escadas pegando em peso no Filipe e na sua cadeira, o que é complicado!
Também nos foi dito que pouca gente visita a Unidade, o que faz com que estes meninos ainda se sintam um pouco à parte, pelo que fomos convidados a visitar a Unidade quando quisermos.
Olhem, nós todos temos diferenças, mas também, todos diferentes todos iguais! Não fujam destes meninos, pelo contrário, dêem-lhes amor e carinho, que é o que eles precisam, e não deixemos de lado as pessoas que mais precisam de nós!

Andreia Lopes nº3 6ºA